Uma fácil rotina de exercícios para a mente

Muitas pessoas fazem milagres com o seu horário disponível para realizar todos os seus deveres laborais e familiares, sem esquecer de dedicar um tempo para cultivar o corpo e a mente e alcançar a beleza integral com a qual todos nós sonhamos. Mas às vezes é difícil cumprir com o nosso próprio bem-estar.

Uma fácil rotina de exercícios para a mente

Nenhuma mãe vai preferir ir a uma aula de yoga antes de assistir à prova de caratê de seu filho, e nenhum pai vai deixar de lado a apresentação de ballet de sua pequena para se exercitar. Mas a verdade é que necessitamos desse tempo para nós mesmos se queremos nos manter sãos física e mentalmente.

Em todos os meios de comunicação abundam dicas de séries de exercícios físicos que nos prometem ajudar a alcançar a silhueta ideal em curto ou longo prazo, mas poucas vezes encontramos uma rotina de exercícios para a mente que nos ajudam a desenvolver nossas habilidades mentais e cognitivas que tanto usamos diariamente.

Uma rotina de exercícios para a mente deve incluir atividades simples e habituais, como as que realizamos na nossa vida cotidiana. Mas, ao praticá-las, precisamos submeter o nosso cérebro a um maior esforço e concentração, de modo que nossos neurônios trabalhem um pouco mais, permitindo manter nossa mente exercitada.

Por exemplo, ao chegar de noite em nossas casas, nos acostumamos a acender a luz logo que entramos para poder realizar nossas tarefas comodamente. Um exercício para a mente consistiria em deixar a luz apagada ou simplesmente fechar os olhos e fazer o de sempre: colocar a carteira ou a pasta sobre a mesa, ir até o quarto, tirar a roupa, ir ao banheiro, tomar um banho e escovar os dentes.

Como podemos ver, não estamos sugerindo nada fora do normal, apenas recomendando exigir um pouco mais da sua mente ao realizar essas tarefas no escuro. Outro fácil exercício consistiria em ler pequenos parágrafos com o livro ao contrário, mas sem exagerar, pois isso pode ocasionar uma incômoda dor de cabeça.

Começar a utilizar a mão contrária para realizar tarefas simples como comer, manejar o mouse do computador ou escovar os dentes também vai dar um trabalho extra ao nosso cérebro, ajudando-o a exercitar-se. Qualquer variação que agreguemos à nossa rotina nos servirá como exercício.

Importância dos exercícios para a mente

Sabemos que manter uma mente e corpo sãos é positivo para a nossa saúde integral, mas o que poderia acontecer se não nos preocuparmos em absoluto em manter uma mente exercitada e simplesmente passarmos nossos dias sem utilizar nosso cérebro para algo mais do que a rotina diária exige?

Primeiramente, seríamos mais propensos a sofrer com perda de memória, já que, quando deixamos de utilizar nossos neurônios, eles se decompõem e não voltam a se regenerar nunca mais. Assim, se levarmos uma vida sedentária, sem pensar muito nem tomar grandes decisões, é quase certo que muitos neurônios vão morrer por desuso.

Também é comprovado que quando o cérebro não se exercita e se fortalece, os neurônios precisam se esforçar muito mais para realizar tarefas simples de nosso dia a dia, como comer e se movimentar. Assim, vão se desgastar mais rapidamente apenas para se manterem vivos e conscientes.

Por isso tudo, é importante manter uma mente exercitada e fortalecer nossos neurônios, não apenas para facilitar a resolução de problemas complexos e conseguir melhores análises das situações, mas também para evitar desgastar o cérebro simplesmente assistindo televisão, já que exercitar nossa mente nos assegura uma melhor qualidade de vida.

Leave a Reply